Rede de farmácias Indiana obteve resultados expressivos ao adotar o modelo de precificação inteligente proposto pelo sistema Proffer. Confira os números e o processo de validação!

Aumento de 4,5% em vendas e 5,4% em lucro, sem perder competitividade. Esses são só alguns resultados que a rede de farmácias Indiana conseguiu obter nas lojas que adotaram o sistema Proffer entre janeiro e junho, nos devidos produtos selecionados. A empresa foi um dos primeiros clientes a testar e aprovar nossa plataforma, visando um modelo de precificação inteligente para aumentar sua lucratividade e otimizar descontos.

Neste artigo, vamos explorar mais sobre esse importante case de sucesso, contando os principais desafios encontrados no Pricing da Indiana e como ajudamos a melhorar os resultados com a precificação inteligente. Continue a leitura e conheça o potencial do sistema Proffer na prática!

Quem é a Indiana?

A rede de farmácias Indiana é um dos clientes que já testaram e aprovaram o sistema de precificação inteligente da Proffer
A rede de farmácias Indiana é um dos clientes que já testaram e aprovaram o sistema de precificação inteligente da Proffer

A Indiana é uma rede de farmácias com sede no nordeste de Minas Gerais e atuação estendida para Bahia e Espírito Santo. Com quase 90 anos de atuação, a empresa sempre buscou investir em tecnologia e inovação em seus negócios. Ela foi pioneira na região de sua sede, por exemplo, na oferta de serviços de televendas, atendimento 24 horas e laboratório de manipulação.

Além disso, a Indiana buscou ampliar o atendimento ao cliente para todos os canais digitais, contando com um suporte bem estruturado em seu e-commerce — graças à qualidade, inclusive, a rede conta com a melhor avaliação entre farmácias no site do Reclame Aqui, com uma nota média de 8,5.

No portal de vendas, é possível encontrar um variado mix de produtos, contando com ofertas e descontos exclusivos aos clientes. Muitos descontos também são aplicados nas lojas físicas — e é justamente nesse campo que surgiu a oportunidade para iniciar uma parceria importante na trajetória da Proffer!

Desafios da Indiana para a precificação inteligente

Visualizando a transformação em curso no varejo farmacêutico, a empresa tem como objetivo crescer de forma acelerada. Porém, o desafio é seguir sem perder o olhar individualizado para as necessidades de cada loja em relação aos aspectos comerciais e de atendimento ao cliente de excelência.

A frequente atualização de preços e descontos diante de um portfólio com grande quantidade de produtos é uma tarefa bastante complexa. Com aproximadamente 170 farmácias nos estados de atuação, cada loja tem suas características conforme aspectos baseados em região, concorrência e comportamento do consumidor, por exemplo.

Outro ponto de atenção é a velocidade das mudanças de mercado. A conjuntura atual pós-Covid — omnichannel com renda apertada e inflação em alta — afeta diretamente a precificação, exigindo atenção frequente com o repasse de custos. É necessário manter a competitividade sem perder a lucratividade, cuidando também da percepção de preços do consumidor.

Para atingir esses resultados, a Indiana buscou o reforço de tecnologia de ponta que pudesse processar todas essas variáveis e trazer recomendações atualizadas sobre o negócio e o mercado. Assim, o sistema Proffer foi a resposta para dar impulso aos processos de Pricing, oferecendo um modelo diferenciado de precificação com base em algoritmos inteligentes.

“Antes da Proffer, o processo de reação às mudanças de mercado era moroso. Eu poderia estar precificando de forma errada e demorar a perceber. Nisso eu perdi tempo para corrigir os erros. E tempo é dinheiro”, explica Chárliton Rocha, da Indiana.

Contando somente com o trabalho humano, a rede tinha dificuldades para enxergar claramente o valor gerado pela concessão de descontos, os termos de vendas e a lucratividade. Faltava uma tecnologia para dar apoio à equipe, com dados atualizados sobre o negócio da Indiana e o mercado. O sistema Proffer foi a resposta para dar impulso aos processos de Pricing, com base no modelo de precificação inteligente.

Como surgiu o interesse pelo sistema Proffer?

Os gestores da Indiana nos encontraram por meio de um dos webinários que costumamos promover para gerar consciência sobre os benefícios da precificação inteligente. Eles identificaram em nossas soluções um caminho para resolver seus problemas na gestão de preços e descontos.

Naquele momento, os serviços que viriam a formar a startup Proffer estavam direcionados para o setor de transportes, mas a Indiana percebeu que o nosso sistema poderia ser aplicado com sucesso no varejo farmacêutico. A empresa buscava uma solução que pudesse reduzir a perda de receita nas vendas de suas unidades e ajudar a promover a inovação dos negócios, como comenta Chárliton:

“Hoje, a inteligência artificial é uma tendência. O varejo já a utiliza em muitas frentes, inclusive para precificar. E é importante seguir as práticas de mercado. Você não vai querer ficar para trás e aprender só lá na frente o que a concorrência já domina. Quando encontramos a Proffer, conversamos sobre a melhor forma de adaptar a solução à nossa realidade”.

Enxergando a compatibilidade entre seus problemas e o sistema Proffer, a Indiana estava decidida a desenvolver algoritmos direcionados para o Pricing de suas lojas. Diante dessa oportunidade, não só conseguimos estabelecer uma parceria de sucesso como também pudemos perceber um nicho que tem muito a se beneficiar com a precificação inteligente. Foi a partir daí que redirecionamos nosso modelo de negócio e resolvemos focar no mercado farma nessa primeira fase da empresa.

Firmada a parceria, iniciamos os trabalhos rodando testes com nossos algoritmos na base de dados da Indiana. Para isso, selecionamos informações como quantidade de lojas e produtos, histórico de vendas, posicionamento de mercado nas praças, entre outras. Já a partir dos primeiros testes, conseguimos entregar números interessantes no crescimento das vendas, reduzindo perdas nas vendas causadas por erros na precificação, descontos excessivos e dificuldades na tabulação dos inúmeros SKUs.

Metodologia dos testes: o modelo personalizado de precificação inteligente da Proffer

Para identificar os resultados da precificação inteligente e demonstrar o valor do sistema Proffer, trabalhamos junto à Indiana para aplicar, inicialmente, testes de validação. Das 170 lojas, selecionamos cerca de 40 unidades para utilizarem nosso sistema. A ideia foi trabalhar com duas segmentações, rodando testes A/B em um período predeterminado para realizar as comparações e excluir eventuais efeitos sazonais.

Primeiramente, definimos o Grupo de Tratamento, com lojas escolhidas aleatoriamente para aplicar os algoritmos de precificação inteligente da Proffer. Nessas farmácias, selecionamos quase 200 produtos diferentes para trabalhar. A segunda segmentação é o Grupo de Controle, formado pelas demais zonas de preço, ou seja, aquelas que continuariam a trabalhar com a metodologia padrão.

Durante várias rodadas de testes práticos, os algoritmos realizaram a recomendação individualizada para cada SKU-loja, considerando características e variáveis relevantes para cada praça, como a elasticidade-preço de demanda. Acompanhamos o desempenho de vendas por duas semanas. Então, apresentamos os resultados comparativos entre o montante gerado pelos algoritmos e a precificação tradicional da Indiana, na mesma janela de tempo. Você pode conferir os resultados a seguir.

Resultados: Como as vendas da Indiana cresceram com a precificação inteligente

No Grupo de Tratamento, nossos algoritmos recomendaram cerca de 8 mil preços, alterando os valores conforme a necessidade de cada produto-loja em tempo real. Abaixo, observamos um gráfico com os resultados comparativos dos produtos administrados pela Proffer em comparação com as lojas de precificação tradicional:

Gráfico comparativo entre os resultados gerais de testes feitos com o Sistema Proffer em comparação com o modelo de precificação tradicional na Indiana

.

A análise comparativa geral de todos os produtos apresentou os seguintes resultados:

  • Aumento de 4,5 pontos percentuais nas vendas;
  • Aumento de 5,35 pontos percentuais no lucro;
  • Crescimento de 5,38 pontos percentuais na receita;
  • Estabilidade no preço médio das vendas

Mesmo sem aumentar o preço médio, nossos algoritmos conseguiram melhores resultados em vendas (4,5%), receita (5,38%) e lucro (5,35%). Isso quer dizer que  o Grupo de Tratamento conseguiu aproveitar melhor as oportunidades geradas no varejo farmacêutico do que o Grupo de Controle, obtendo resultados positivos em todos os KPIs.

De forma geral, as lojas que contaram com o sistema Proffer tiveram um desempenho superior ao observado nas farmácias com gestão de preços tradicional, conseguindo inclusive melhorar a percepção de preços do consumidor.

Sobre a experiência com os nossos serviços, Chárliton comenta que a eficiência vai além dos resultados, tendo gerado satisfação também no atendimento: “Qualquer erro é resolvido imediatamente. O interessante é que a ferramenta se adapta ao sistema do cliente, então ela otimiza os preços de forma personalizada”.

Se você também quer elevar os resultados na sua rede de farmácias, entre em contato com a nossa equipe. A Proffer atua no Brasil inteiro e pode ser levada até mesmo para unidades do exterior.

Comment 1

  1. A Proffer foi essencial para a mudança da companhia frente a velocidade das mudanças de mercado. Inteligencia artificial e tendência, a adesão se faz necessário!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.